Veneza – um labirinto sobre as águas

Enfim chegamos a Veneza, nosso último destino na Itália, cidade classificada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. A essa altura da viagem, tendo passado por Roma, Firenze e Pisa, já estávamos apaixonados pela Itália, e dificilmente seríamos surpreendidos novamente. Mas Veneza é diferente…

O trecho de trem (Trenitalia) de Pisa para Veneza custa em torno de 40 euros, e a viagem dura aproximadamente 3h. Encontrar hospedagem barata em Veneza não é uma tarefa fácil. Os hotéis localizados na ilha de Veneza, aquela que todos conhecem pelos canais e gôndolas, naturalmente são mais caros. Porém existe também a parte continental de Veneza, chamada de Mestre. Você pode utilizar a região de Mestre apenas como dormitório, passando o dia todo explorando as ilhas e seus canais, e pagando um preço muito menor por um hotel de boa qualidade. Ficamos no Albergo Villa Serena, e íamos até as ilhas de ônibus mesmo, sem glamour rsss..

Agora vamos falar daquela Veneza dos cartões postais. A cidade é realmente charmosa, parece até uma cidade cenográfica. Difícil imaginar que de fato pessoas moram e trabalham ali. As atrações de Veneza são inúmeras: museus, galerias de arte, pontes, canais, restaurantes…  

Se divertir em Veneza pode sair mais barato do que você pensa, uma vez que o principal programa na cidade é andar e se perder em seus labirintos, explorar cada canto, cada lojinha. Mas que fique claro: tenha sempre um mapa da cidade por perto, pois eventualmente você precisará achar o caminho de volta para algum lugar.

291810_281029275255290_100000446606446_995804_1306973919_n

Pier em Veneza

Também é possível gastar pouco com alimentação. Apesar de possuir inúmeros restaurantes turísticos e caros, não é tão difícil achar boas opções de lanches baratos ou até mesmo alguns mercados caso você queira fazer uma farofa um piquenique. Mesmo economizando grana, acho válido que pelo menos uma refeição seja feita com toda pompa e glamour que Veneza merece. Escolhemos jantar uma noite no restaurante Principessa, que pertence ao Hotel Savoia e Jolanda, de frente para os canais. A vista é incrível, o preço salgado, e a comida não têm nada de especial.

395933_324033740954843_645459322_n

Restaurante Principessa – Hotel Savoia e Jolanda

Caso você não saiba, não existem carros dentro da ilha de Veneza. O transporte é todo feito pela água ou a pé. O principal meio de transporte aquático é o vaporetto, que é praticamente um “ônibus aquático” que circula pelos principais canais da cidade. Também existem táxis aquáticos, que tem como vantagem circular também pelos canais menores. O ponto negativo do transporte aquático em Veneza é o preço. Um bilhete de vaporetto custa 6,50 euros (vale por 1 hora na mesma direção) e um táxi aquático pode custar muito mais do que todos nossos gastos em Veneza somados!

302487_281029411921943_100000446606446_995807_1331073282_n

Vaporetto

Outra forma de “transporte” em Veneza é o passeio de gôndola. Transporte assim mesmo, entre aspas, porque hoje o barco clássico veneziano é mais usado para passeios turísticos. E foi assim que surgiu uma das maiores pegadinhas para turistas que eu conheço. O passeio custa em torno de 80 euros(!!!) por casal por 40 minutos. Não vou negar que o visual das gôndolas navegando pelos canais, carregando casais pra lá e pra cá, é fantástico. Veneza não seria a mesma sem os gondoleiros. Mas como estamos falando de uma viagem low cost, é claro que dispensamos essa experiência. Se me perguntarem, prefiro gastar esses euros em um bom restaurante (se perguntarem pra Stella ela compraria tudo em gelatto).  

308701_281030358588515_100000446606446_995835_1542557007_n

Gondoleiros

310504_281029621921922_100000446606446_995812_685095187_n

Passeio de gôndola imaginário rsss…

Localizada sobre o Grand Canal (o maior e mais importante da cidade), a Ponte de Rialto é a ponte em arco mais antiga e famosa de Veneza, e também um de seus principais cartões postais. Ao longo da ponte existem algumas lojinhas de souvenires. Ao entardecer, um lugar no alto da ponte pode ficar disputadíssimo, pois o local é um dos preferidos para contemplar o por do sol.

294318_281030281921856_100000446606446_995833_1587086133_n

Ponte de Rialto

296113_281031741921710_100000446606446_995868_1593293367_n

Pôr do sol sobre o Grand Canal

O principal ponto turístico de Veneza é a Piazza San Marco, que é também o ponto mais baixo da cidade, e caso ela não esteja inteiramente alagada pelas chuvas ou pela maré, você encontrará um grande número de restaurantes, um número maior de turistas, e um número ainda maior de pombos. Apesar dos pombos, como quase tudo na Itália, a arquitetura se destaca, principalmente pela torre do relógio.

318408_281031785255039_100000446606446_995869_1399979031_n

Piazza San Marco

302535_281030071921877_100000446606446_995828_710660463_n

Já falei sobre as pombas? rsss…

Nós ficamos apenas 2 dias em Veneza, por isso nos concentramos em explorar a região central e antiga da cidade. Porém, caso você tenha mais tempo, vale a pena conhecer as ilhas de Murano, famosa pela produção de cristais, e Burano, com suas casinhas coloridas.

Pra terminar o post, uma pergunta recorrente: é verdade que Veneza cheira mal? Sim é verdade! Você já esteve em algum lugar alagado? O cheiro é o mesmo. E nem tinha como ser diferente. Veneza é uma cidade antiga, praticamente intocada pela modernidade, e sendo assim, seu sistema de saneamento está longe de ser moderno. Mas o fato é que isso fica totalmente em segundo plano quando se tem tanto para apreciar. Admirar Veneza além do seu cheiro não requer grande conhecimento em artes e história, apenas o mínimo de sensibilidade.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: