Road Trip California – Yosemite + San Francisco + Highway 1

Sofremos um pouco para tentar encaixar o Yosemite Park no nosso roteiro pela California, mas no final acabou dando tudo certo \o/ … Quer saber como fizemos? Lá vai…

 

YOSEMITE

Yosemite National Park, sem dúvidas entre os lugares mais lindos que já visitamos! O caminho que optamos em fazer, de Vegas até Yosemite, é longo, são quase 8 horas de estrada. Já perto do destino final, fizemos uma parada em Fresno, só pra comprar comida pra viagem (saudades Panda).  Não existem muitas opções de hospedagem no Yosemite Park. Ficamos 2 noites no White Chief Mountain Lodge, bem próximo a entrada do parque, e foi uma boa escolha. Chegamos já de noite no hotel, tomamos um susto quando vimos neve acumulada na frente da recepção, e cansados da viagem, só deu tempo de comer e dormir.

IMG_7823
White Chief Mountain Lodge e nosso carrão

No dia seguinte visitamos Mariposa Grove, uma floresta com impressionantes sequóias gigantes e algumas opções de trilhas para conhecer o local. Saindo de lá, pegamos uma bela estrada cheia de curvas e neve em direção ao Glacier Point, um dos highlights da região, bem no alto do parque. A vista do Half Dome e das cachoeiras é impagável. O lugar é incrível, daqueles que você poderia facilmente ficar horas sentado só admirando. Dormimos mais uma noite em Yosemite e partimos rumo a San Francisco pela manhã. Yosemite deixou gosto de quero mais, pois existem várias trilhas, cachoeiras e muito mais a ser explorado do que foi possível em 1 dia.

G0050494
Giant Sequoia no Mariposa Grove
GOPR0521
Vista incrível do Glacier Point

SAN FRANCISCO

Chegamos a uma das nossas cidades preferidas no mundo! San Francisco  tem tudo que uma cidade precisa, bom transporte, sinalização eficiente, muitas opções de lazer, belezas naturais e arquitetônicas. Optamos por devolver o carro e ficar a pé, justamente devido a facilidade de locomoção através do transporte público, e pelo preço altíssimo praticado pelos estacionamentos (não dá pra deixar o carro na rua). Ficamos hospedados no Union Square Plaza Hotel, próximo a Union Square (cê jura?), conhecido como o principal centro financeiro e comercial de SF, com muitas lojas e restaurantes, além de bares e vida noturna agitada. Ainda no nosso primeiro dia, passeamos pela Chinatown de SF (a cidade é conhecida por abrigar a maior comunidade chinesa fora do continente asiático).

No dia seguinte fomos conhecer a região da Fisherman’s Wharf. Bastante turística, principalmente pelo Píer 39, com muitas lojas de souvenirs e restaurantes famosos como o Bubba Gump. Destaque para a presença dos leões marinhos que fazem a alegria da turistada! Dica do NMN: deixe para tomar seu café da manhã na deliciosa Boudin Bakery.

IMG_7840
O maravilhoso café da manhã na Boudin Bakery

Uma das atrações mais concorridas de SF, a visita a Alcatraz é realmente imperdível e surpreendeu positivamente. O áudio tour é fantástico (tem em português), contando histórias da época em que o presídio abrigava famosos criminosos enquanto você caminha pelos corredores da prisão. Além do clima naturalmente pesado, o áudio consegue te fazer sentir um pouco do que era a vida nesse lugar. Experiência única. Dica do NMN: compre o seu ticket com bastante antecedência pela internet, pois as vagas são limitadas e muito disputadas.

G0210608
Tour com audio guide em Alcatraz

Agora vamos falar da Golden Gate, aquela que estampa todos os cartões postais de SF. Tínhamos uma grande expectativa sobre a ponte, e a forma que decidimos conhecê-la só fez com que esse momento se tornasse ainda mais especial!  Aí vai a dica valiosa: alugue uma bike na região da Fisherman’s Wharf (existem várias lojas) e pedale pela orla até a ponte. Atravesse-a de bike, e siga a sinalização para ir até Sausalito. Se tiver com tempo sobrando vale dar uma volta em Sausalito ou parar em algum restaurante para almoçar. Pegue o ferry em Sausalito com a bike e tudo (compre o ticket junto com o aluguel da bike) e volte para o píer em SF. O passeio é um pouco cansativo, mas não precisa ser nenhum atleta para fazer o percurso. Para os mais sedentários, também é possível alugar uma bike elétrica. Ah, eu já mencionei que em SF venta muito e venta frio?! Pois é, lembre-se disso quando estiver indo pra esse passeio!

G0977586
Olha aí como venta! kkk
G0340706
Depois de atravessar a ponte de bike

Escolhemos nosso último dia em SF para passear no tradicional Cable Car. O preço da passagem é 6 usd one way, salgado se compararmos ao ônibus tradicional. Porém o passeio é válido pela experiência e ainda pode te levar a alguns pontos turísticos da cidade, como a Lombard Street, conhecida como “the crookedest street in the world” (rua mais tortuosa do mundo). Este famoso ponto turístico nada mais é do que uma rua bem íngreme em ziguezague. Foi feita desta forma para viabilizar a passagem de carros. Se estiver de carro já sabe… dá uma passada lá pra descer a rua dirigindo. Se estiver a pé, faça como nós, pegue o bondinho, salte no alto da Lombard St, e desça a rua a pé mesmo.

G0410754
Aquele rolê de Cable Car
G0430765
Parada no topo da Lombard Street

HIGHWAY  1

Hora de deixar nossa amada San Francisco e retomar nossa road trip pegando a Pacific Coast Highway em direção a San Diego. São cerca de 900 km, grande parte por uma estrada que corta paisagens fantásticas pela costa da California, sempre na agradável companhia do oceano Pacífico. Essa é uma rota para ser feita com calma, parando nas cidades pelo caminho e curtindo as praias e mirantes de tirar o fôlego. Nossa idéia era alugar um conversível para aproveitar o visual, mas como estávamos em 4 pessoas + malas, pegamos um carro maior. No fim das contas, pelo vento frio que fazia, duvido muito que aguentaríamos ficar com a capota do carro aberta por muito tempo…

Nossa primeira parada foi em Monterey, opção mais barata que a vizinha Carmel, que é onde realmente começa o trecho mais bonito da viagem.  Ficamos no hotel Bayside Inn. A maior atração da cidade é o Aquário de Monterey, especialmente pros amantes da vida marinha. O aquário fica na Canery Row, principal rua da cidade, onde é possível notar muitas referências às indústrias de enlatados, parte importante do passado de Monterey. Dormimos uma noite na cidade e seguimos viagem pela linda 17 Mile Drive, que liga Monterey a Carmel, e é conhecida por ser um dos trechos mais bonitos da costa da California. A estrada passa por dentro de um condomínio onde irei morar quando me aposentar e a entrada é cobrada na guarita do condomínio (10 usd por carro). Muitas praias, campos de golfe, vida marinha, e vários view points (pare em todos!). Apesar do nome, o trecho tem apenas 9 milhas, não tenha pressa! Vale até parar para visitar a bela cidade de Carmel e ficar um tempo recarregando as baterias na praia.

 

IMG_8060
As águas vivas do aquário são hipnotizantes
G0590861
Trecho da 17 Mile Drive.. tempo fechadão!

Seguindo viagem você entrará na região do Big Sur, onde fatalmente fará muitas paradas. Você pode percorrer a região toda de uma vez, como fizemos, ou se hospedar na região. São várias trilhas e praias para explorar e muitos mirantes, incluindo o que consideramos o ponto alto do percurso: a Bixby Creek Bridge. Optamos por dormir em Morro Bay no Sandpiper Inn, mas antes paramos para tirar mais algumas fotos em Point Piedras Blancas, uma praia cheia de elefantes marinhos, já quase anoitecendo.

G0700953
Vista da Bixby Creek Bridge… e nosso conversível que virou um jipão!
G0750979
Mais um pôr do sol perto do Point Piedras Blancas

De Morro Bay seguimos até Santa Barbara, onde infelizmente não conseguimos nenhuma opção de hospedagem com preço acessível, então optamos por almoçar por lá, tomar um sorvete e seguir viagem. Santa Barbara é linda, e foi uma pena não aproveitarmos a cidade por mais tempo.

Antes de parar em Santa Monica paramos para pegar uma praia em Malibu. Ficamos um ali tempo curtindo o sol e partimos para Santa Monica, onde passamos uma noite no hotel Ocean Park. Santa Monica é uma cidadezinha no litoral do condado de Los Angeles, e muitas vezes é tratada como se fosse um bairro de LA. A região do Píer de Santa Monica é bastante movimentada dia e noite, com várias opções de restaurantes e bares. Mu(uuu)itos turistas procuram o píer no fim da tarde para assistir o pôr do sol, deixando a plataforma quase intransitável (talvez o fato de ser sábado contribuiu), por isso preferimos assistir o sol se pôr da praia.

G1577799
Pier de Santa Monica bombando!
IMG_8204
Praia de Santa Monica vazia…

Vizinha de Santa Monica, a praia de Venice Beach também é digna de uma visita. Passamos o dia caminhando pelo calçadão entre as lojas, artistas expondo sua arte na rua, músicos de qualidade duvidosa, e algumas bizarrices. O fato é que Venice tem um clima diferente, relaxado, meio hippie. O skate park é bem movimentado, ficamos um tempo ali olhando, até dar vontade de comprar um skate pra chamar de meu rs…

G0901064
Skate Park de Venice Beach

Nossa última parada antes de seguir viagem até San Diego foi Newport Beach, onde dormimos no Motel 6. Porém antes de chegar em Newport, decidimos parar para conhecer (e se apaixonar) por Huntington Beach, que pode ser chamada de “cidade do surf americana”, oferencendo um estilo de vida totalmente dedicado ao surf. Dica do NMN: No final do píer há uma lanchonete decorada no estilo clássico do surf, a Rubys, onde vale à pena matar a fome e observar o mar.

G0931091
Pier de Huntington Beach

Já em Newport Beach, recomendamos uma visita a Balboa Island, uma pequena ilha acessível por uma ponte, onde também queremos morar quando nos aposentarmos a sensação é de estar dentro de um cenário. É possível passear pela calçada entre as charmosas casas com seus barcos atracados em suas marinas particulares e sonhar com a vida naquele lugar. Não deixe de experimentar a Banana Frozen, iguaria tradicional da ilha.

IMG_8449
Banana congelada com cobertura de chocolate… não tem como dar errado!

Depois de tanto lugar incrível pela costa californiana, era hora de deixar a Pacific Coast Highway e rumar para San Diego. Mas antes deixaremos uma dica final sobre a Route 1: Fique atento ao GPS! Em alguns momentos ele tentará te jogar em outra rota “mais rápida” te tirando da Hwy 1. Sempre opte por continuar beirando o Pacífico! O caminho mais curto nem sempre compensa!

Ficou curioso para ver mais fotos? Se prepara que a galeria é boa!

Veja também:

Roteiro completo e detalhado

Los Angeles

Las Vegas

San Diego

Um comentário sobre “Road Trip California – Yosemite + San Francisco + Highway 1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s